Plantão
SAÚDE:

Soro caseiro: 3 receitas para vômito, diarreia e mais...

Publicado dia 24/04/2019 às 06h29min
De acordo com o Ministério da Saúde, a preparação simples é considerada uma das invenções mais importantes do século 20.

Descoberto na década de 70, o soro caseiro passou, desde então, a ser recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e tem contribuído para salvar milhões de crianças pelo mundo, que antes morriam pela desidratação causada pela diarreia.

De acordo com o Ministério da Saúde, a preparação simples é considerada uma das invenções mais importantes do século 20, pela grande redução que provocou na mortalidade infantil.

Soro caseiro: para que serve

O soro caseiro serve para combater a desidratação porque ele repõe a água e os sais minerais perdidos em quadros de vômitos e diarreias, comuns em viroses e gastroenterite, por exemplo.

O soro caseiro pode ser tomado por pessoas de qualquer idade e até mesmo por cães e gatos, sendo contraindicado apenas para diabéticos.

Efeitos do soro caseiro

O soro caseiro ajuda a repor a água e os sais perdidos em quadros de diarreia e vômito, que podem provocar desidratação. É importante ressaltar que o soro não acaba com o vômito e a diarreia, já que apenas repõe os líquidos e sais minerais perdidos.

Receita: como fazer

Alexeysun/Shutterstock© Alexeysun/Shutterstock Alexeysun/Shutterstock

Como fazer um copo de soro caseiro

  • 1 copo cheio (200 ml) de água fervida ou filtrada
  • 1 pitada de 3 dedos de sal
  • 1 punhado pequeno de açúcar

Se você for usar a colher-medida, a receita é a seguinte:

  • 1 copo cheio (200 ml) de água fervida ou filtrada
  • 1 medida (a menor) rasa de sal
  • 2 medidas (a maior) rasas de açúcar

500 ml de soro caseiro

  • 500 ml de água fervida ou filtrada
  • ½ colher de sopa de açúcar (10 gramas)
  • ½ colher de chá de sal (cerca de 2 gramas)

siam.pukkato/shutterstock© siam.pukkato/shutterstock siam.pukkato/shutterstock

O soro caseiro deve ser oferecido à criança após cada episódio de evacuação amolecida ou vomito, sempre em pequenos volumes, para evitar vômitos. Não se deve parar de oferecer água e a alimentação normal da criança, apenas com menores volumes e maior frequência.

Depois de pronto, o soro só pode ser consumido por 24 horas. Após esse prazo, deve-se descartar o que sobrou e preparar mais uma porção se for necessário.

 

Diarreia em crianças

Fonte: MSN