Plantão
ELEITORAL:

GUSTAVO GOUVEIA É ALVO DE INVESTIGAÇÃO POR SUPOSTO ABUSO DE PODER ECONÔMICO E POLÍTICO...

Publicado dia 19/09/2018 às 08h05min
De acordo com o despacho 5.084/2018 da notícia fato 1.05.000.000484/2018-92, a denúncia formalizada por Drailton Costa do Nascimento deverá ser apurada pelo representante do MPPE na cidade.

No última sexta-feira (14) de setembro, o procurador regional eleitoral Francisco Machado Teixeira determinou o encaminhamento da denúncia apresentada por suposto abuso de poder econômico e político contra o candidato a deputado estadual Gustavo Gouveia (DEM), para o Ministério Público eleitoral (MPEL), em Paudalho.

De acordo com o despacho 5.084/2018 da notícia fato 1.05.000.000484/2018-92, a denúncia formalizada por Drailton Costa do Nascimento deverá ser apurada pelo representante do MPPE na cidade.

Segundo Drailton na denúncia apresentada no MPF eleitoral, “Gustavo Fuchs Campos Gouveia, irmão do Prefeito do município de Paudalho (PE), Marcello Fuchs Campos Gouveia, teria negociado apoio político em troca de cargos com Túlio Vieira, ex-prefeito de Surubim, e teria dado dinheiro a eleitores durante a campanha”. Foram Anexados áudios e postagens para apuração do fato.

Confira abaixo o documento completo do despacho proferido.

Notícia de Fato 1.05.000.000484/2018-92

DESPACHO 5.084 /2018

  1. Cuida-se de Notícia de Fato instaurada nesta Procuradoria Regional Eleitoral em Pernambuco para apurar notícia, encaminhada por Drailton Costa do Nascimento, de abuso de poder político e econômico atribuído ao candidato a Deputado Estadual GUSTAVO FUCHS CAMPOS GOUVEIA.
  2. Segundo o noticiante, Gustavo Fuchs Campos Gouveia, irmão do Prefeito do município de Paudalho (PE), Marcello Fuchs Campos Gouveia, teria negociado apoio político em troca de cargos com Túlio Vieira, ex-prefeito de Surubim, e teria dado dinheiro a eleitores durante a campanha.
  3. A fim de comprovar os fatos, anexa à peça atrial dois áudios de um grupo de Whatsapp denominado “Surubim é GG”.
  4. No tocante ao abuso de poder político, aponta que, em um dos áudios, Rogério Arruda da Mota Silveira, conhecido como “Chopinho”, revela que “Júnior Barraca”, em troca de apoio político, teria ocupado “cargos de 7 mil reais nas Prefeituras de Paudalho e de São Lourenço da Mata em troca de apoio político ao candidato a deputado Gustavo Gouveia”.
  5. Já quanto ao abuso de poder econômico, indica que, no mesmo áudio, são trazidas as informações de que o candidato a deputado Gustavo Gouveia “só dá dinheiro”, que “é muita gente com raiva, que vai ficar comendo 50, 100 conto, 200, e que no dia não vai votar com raiva por que o dinheiro era um e começou outro, e ninguém dá explicação”, que “tem muita gente comendo” e que “tem muita gente reclamando porque não está ganhando”.
  6. No segundo áudio, consta a insatisfação de Túlio Vieira com o primeiro áudio, onde frisa que “Chopinho” deveria ter tratado a situação com ele e não colocado o áudio no grupo, vez que isso poderia até atrapalhar a campanha.
  7. O noticiante traz ainda matérias veiculadas no “Blog do Edmar Lyra” e no “SertãoTV.com.br” sobre o caso.
  8. É o relatório.
  9. De acordo com a Resolução Conjunta 01/2018, “incumbe aos promotores eleitorais investigar e apurar a prática de ilícitos eleitorais nas respectivas zonas eleitorais, em auxílio ao Procurador Regional Eleitoral”1 .
  10. Ademais, de acordo com a referida portaria conjunta, cabe ao Promotor Eleitoral, em casos de abuso de poder, para fim de instrução, colher as provas e, após, remeter à Procuradoria Regional Eleitoral.2
  11. Ante o exposto, determino a remessa dos autos ao Promotor Eleitoral responsável pelo município de Paudalho (PE) para instruir o procedimento.

Recife (PE), 14 de setembro de 2018.

[assinado eletronicamente]

FRANCISCO MACHADO TEIXEIRA

Procurador Regional Eleitoral

Fonte: Elielson Lima

ÚLTIMAS Notícias

Fale Conosco

Centro Timbaúba
(81) 99112-3769 | | (81) 99699-1738
blogdocarlosaraujo2013@hotmail.com